Muito além dos relógios e pulseiras que medem distância percorrida, batimentos cardíacos e pressão, muitas inovações também estão acontecendo no ramo das tecnologias vestíveis, visando não só o desempenho atlético, mas a saúde dos usuários.

Durante a Computex, a maior feira de tecnologia da Ásia, foram apresentadas roupas com eletrodos e fibras em aço inoxidável que prometem registrar diversos sinais vitais e monitorar a integridade de quem as vestir. Os sensores presentes nas roupas prometem acompanhar alterações nos sinais vitais que causem desconforto nos usuários, como camisetas que saberão se alguém está prestes a adormecer ou com níveis baixos de energia. Para os corredores, calças que apontam os altos níveis de estresse muscular que precedem um estiramento prometem ser uma realidade em breve.

Diversos desses dispositivos já vêm sendo testados desde o ano passado em clínicas e hospitais e prometem ser mais uma ajuda para os praticantes de esporte que buscam performance e saúde.