Em meio à temporada de vacinação contra a gripe, uma dúvida comum paira no ar: é seguro praticar exercícios antes ou depois de tomar a vacina? Para entender melhor sobre o assunto e desvendar esse mistério, o blog da BT conversou com o Dr. Roberto Ranzini, médico ortopedista e especialista em Medicina Esportiva, que compartilhou suas percepções e conhecimentos sobre o assunto.

Exercícios e vacinação: uma combinação vitoriosa

A primeira indagação que surge é se a atividade física pode interferir na eficácia da vacina contra a gripe. Surpreendentemente, a resposta é positiva. Roberto pontua que estudos conduzidos por pesquisadores da Universidade de Sydney, na Austrália, revelaram que os indivíduos que se exercitam regularmente apresentam uma resposta imunológica mais robusta em comparação aos sedentários. Além disso, a prática de exercícios antes ou após a injeção da vacina pode potencializar ainda mais essa resposta, segundo o médico.

Quando se exercitar em relação à vacinação?

Diante dessas evidências, surge outra indagação crucial: qual seria o momento ideal para se exercitar em relação à vacinação? Considerando a melhora na resposta imunológica proporcionada pelo exercício físico, o Dr. Ranzini sugere que realizar alguma atividade física próxima à aplicação da vacina pode ser benéfico. Dessa forma, potencializa-se a resposta do sistema imunológico, preparando-o para enfrentar possíveis agentes infecciosos.

Atenção aos sinais do corpo

Apesar dos benefícios, é importante estar atento aos sinais que o corpo pode emitir após a vacinação. Alguns indivíduos podem experimentar sintomas leves, como dor localizada ou mal-estar geral. Nesses casos, é crucial respeitar as limitações do corpo e adotar um repouso relativo, orienta o Dr. Ranzini.

Exercícios e resposta imunológica

Por fim, é importante ressaltar que a relação entre exercícios físicos e resposta imunológica à vacina contra a gripe não é mera especulação, mas sim uma constatação respaldada pela ciência. Estudos corroboram a ideia de que a prática regular de atividade física está diretamente associada a uma resposta imunológica mais eficaz, especialmente quando realizada próxima ao período da aplicação da vacina e nos músculos onde será feita a injeção, como o deltóide do ombro, conforme explicado pelo Dr. Ranzini.

Com isso, fica claro que os exercícios físicos não apenas são seguros antes ou depois da vacinação contra a gripe, como também podem ser um valioso aliado na potencialização da resposta imunológica. Portanto, que tal aproveitar essa temporada de imunização para dar um impulso extra à sua saúde? 

Lembre-se sempre de consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer programa de exercícios, especialmente se houver condições médicas pré-existentes.