Será que usar whey protein mesmo sem estar muito assíduo nos treinos faz mal? O Blog da BT pediu ajuda da Thayná Palmeira, nutricionista do Instituto de Ciências Neurológicas de São Paulo (ICNESP), para responder essa e outras perguntas sobre um dos suplementos mais conhecidos para além do meio fitness.  

De acordo com a especialista, se as necessidades proteicas diárias não forem atingidas através da alimentação, uma opção prática é o consumo do whey protein. Independente de ir à academia ou  não, esse suplemento pode ser bem-vindo sem exageros na rotina de qualquer pessoa que não tem contraindicação. 

Mas o que é o whey protein, afinal?

O whey geralmente é feito a partir da proteína extraída do soro do leite e é bastante conhecido por ter um altíssimo valor biológico. Em sua composição, esta proteína apresenta todos os aminoácidos essenciais, incluindo a glutamina e os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA). Com o consumo ideal de proteínas durante o dia (a quantidade para cada indivíduo é bem individual), podemos favorecer o anabolismo e, consequentemente, o ganho de massa muscular. “Além disso, o whey protein apresenta em sua composição uma quantidade considerável de cálcio, íon essencial ao organismo, e possui funções estruturais e funcionais que vão desde a formação até a manutenção do esqueleto”, esclarece Thayná.

Quem pode consumir?

Segundo a especialista, o whey não é somente indicado para atletas ou pessoas que praticam atividades físicas, mas sim para quem quer preservar a massa muscular de forma geral, minimizar a flacidez, ter hipertrofia, dar suporte a pacientes que se encontram em estado catabólico, dentre outras necessidades. Porém, para aqueles que apresentam alguma intolerância, há algumas ressalvas. Nesses casos, há a possível indicação de um whey protein isolado ou a substituição por proteína em pó de origem vegetal. Atualmente, o mercado já oferece diversas opções com sabores e texturas de qualidade.

Pode fazer parte da dieta?

“Com certeza. O whey protein é bem-vindo principalmente quando pensamos em preparações práticas por conta da correria do dia a dia. Com ele, podemos fazer smoothies, vitaminas, caldas (principalmente se for de chocolate), creme de frutas, sobremesas, mingau de aveia proteico e outras opções”, pontua a especialista.  Ele também ajuda a saciar a fome e alguns estudos já demonstram que as proteínas do soro do leite parecem influenciar na redução do apetite, uma vez que estimulam alguns hormônios envolvidos no aumento da saciedade.


Pensando em comprar um whey protein? Se possível, consulte um nutricionista e conheça as variedades disponíveis no mercado aqui. Lembrando que fazer atividade física é importante em todos os aspectos. Se está em uma fase sedentária, pense na possibilidade de voltar, nem que seja com uma caminhada ou corrida.