Para você que tem problemas com o metabolismo, ele não funciona direito ou de forma balanceada, prejudicando a sua saúde de forma geral, saiba que alguns alimentos podem te ajudar a equilibrar e melhorar o seu metabolismo. Então, para entender mais sobre o tema, confira o conteúdo abaixo sobre metabolismo acelerado.

O que é ter um metabolismo acelerado? 

O metabolismo é identificado por todos os processos bioquímicos de construção e quebra de moléculas que ocorrem no nosso corpo. De acordo com a nutricionista e fundadora da NB Clinic, Natália Barros, já o metabolismo acelerado “refere-se à taxa em que seu corpo converte alimentos em energia. Existem benefícios e desvantagens associados a um metabolismo acelerado”, afirma.

Um dos benefícios de se ter um metabolismo acelerado está relacionado ao maior gasto energético que ele causa. E isso ajuda a queimar calorias mais rapidamente, o que é vantajoso para o controle de peso. “Mesmo em repouso, seu corpo consome mais energia, o que pode ajudar a evitar o acúmulo excessivo de gordura corporal”, comenta a especialista.

Entretanto, para quem deseja ganhar peso, especialmente para aqueles que desejam aumentar a massa muscular, ter um metabolismo acelerado pode ser uma tarefa bastante complicada. “Um metabolismo rápido significa que seu corpo está queimando calorias rapidamente, tornando desafiador consumir calorias suficientes para ganhar peso”, informa Natália.

A nutricionista ainda acrescenta que “é importante lembrar que a taxa metabólica é influenciada por vários fatores, incluindo genética, idade, composição corporal e níveis de atividade física. Cada pessoa é única e pode ter diferentes características metabólicas. Se você tiver preocupações sobre seu metabolismo ou peso, é sempre uma boa ideia consultar um nutricionista para obter orientação personalizada”.

Qual é a  importância de ter um metabolismo acelerado? 

Como já foi comentado, quando o metabolismo é considerado acelerado, o corpo consegue queimar calorias com mais eficiência, facilitando a perda de peso ou a manutenção de um peso saudável. “Isso é especialmente útil para pessoas que desejam perder gordura corporal. Além disso, em teoria, um metabolismo acelerado pode ter efeitos positivos na saúde cardiovascular. O aumento do metabolismo está associado a um maior gasto energético e, consequentemente, a uma redução da gordura corporal e do colesterol. Isso pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas, como aterosclerose e doença arterial coronariana”, salienta Natália.

Ademais, a nutricionista informa que “um metabolismo acelerado, seu corpo pode processar alimentos mais rapidamente, o que pode permitir uma maior flexibilidade alimentar. Isso significa que você pode desfrutar de uma variedade maior de alimentos, sem ganhar peso excessivo, desde que mantenha uma dieta equilibrada e saudável”.

E é importante ressaltar que a taxa metabólica é influenciada por vários fatores. “Ter um metabolismo acelerado não é a única chave para a saúde e o peso adequado. Uma abordagem equilibrada, incluindo uma dieta saudável, atividade física regular e cuidados gerais com a saúde, é essencial para uma vida saudável”, explica a profissional.

Como é possível acelerar o metabolismo?

A massa magra, que é composta por músculos, ossos e órgãos, está relacionada com o metabolismo. Dessa forma, a quantidade de massa magra que você possui em seu corpo, influencia a taxa metabólica basal, que é a quantidade de energia que seu corpo precisa em repouso para manter suas funções vitais.

E, segundo Natália Barros, a massa muscular é metabolicamente mais ativa do que a gordura. “Isso significa que, em comparação com a gordura corporal, o músculo requer mais energia para ser mantido. Portanto, quanto mais massa muscular você tem, maior será sua taxa metabólica basal, o que pode resultar em um metabolismo mais acelerado”, esclarece.

Para isso, a profissional explica como é possível acelerar o metabolismo: “A prática de exercícios de fortalecimento muscular, como o treinamento de força, pode ajudar a aumentar a massa muscular e, consequentemente, o metabolismo. Isso ocorre porque o treinamento de força estimula o crescimento e a reparação dos músculos, levando a um aumento da massa magra. Esse aumento da massa muscular contribui para um aumento do metabolismo, pois o músculo consome mais energia do que a gordura, mesmo em repouso”.

Contudo, o metabolismo pode ser afetado pela perda de massa muscular à medida que envelhecemos: “Essa perda de massa muscular pode levar a um metabolismo mais lento, o que pode dificultar a manutenção do peso corporal e contribuir para o acúmulo de gordura. Portanto, investir na manutenção ou no aumento da massa muscular, através de exercícios de fortalecimento, aliado a uma alimentação equilibrada e adequada, é importante para um metabolismo saudável”. 

5 alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo

Existem alguns alimentos que podem ajudar a acelerar o metabolismo, de forma temporária, devido às suas propriedades específicas. E a nutricionista, Natália Barros, ressalta que “esses alimentos podem ter um impacto modesto no metabolismo e não substituem uma alimentação equilibrada e um estilo de vida saudável como um todo”. 

Entretanto, confira abaixo quais são:

Pimenta vermelha

A capsaicina, um composto encontrado nas pimentas vermelhas, pode aumentar a termogênese (produção de calor) no corpo e aumentar temporariamente o metabolismo. Adicionar pimenta vermelha às refeições pode ter um efeito leve na aceleração do metabolismo.

Chá verde

O chá verde contém catequinas e cafeína, que são compostos que podem estimular o metabolismo e aumentar o gasto calórico. Além disso, o chá verde é rico em antioxidantes e pode ter outros benefícios para a saúde.

Café

A cafeína, presente no café, pode aumentar o metabolismo e a taxa de queima de calorias. No entanto, é importante consumir café com moderação, pois o consumo excessivo de cafeína pode ter efeitos negativos para algumas pessoas.

Proteínas magras

Alimentos ricos em proteínas, como carnes magras, peixes, ovos, laticínios com baixo teor de gordura e leguminosas, requerem mais energia para serem digeridos e metabolizados pelo corpo. Esse efeito térmico da comida pode ajudar a aumentar o metabolismo.

Alimentos ricos em ômega-3

Fontes de ômega-3, como salmão, sardinha, linhaça e nozes, podem ajudar a aumentar o metabolismo. O ômega-3 tem propriedades anti-inflamatórias e ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina, o que pode influenciar positivamente o metabolismo.