Menopausa e TPM sem crise

//Menopausa e TPM sem crise

Menopausa e TPM sem crise

Ao longo do mês e dos anos, além das mudanças externas, as mulheres também estão suscetíveis a variações hormonais do sistema reprodutivo que podem influenciar o humor e o que sentem fisicamente. Levando em conta ainda as múltiplas tarefas que, em geral, precisam cumprir, nem sempre é simples lidar com essas oscilações. Mas TPM e menopausa não precisam ser sinônimos de problema.

O primeiro passo para isso é entender que as mudanças afetam cada mulher de forma diferente. Algumas passam pelo período pré-menstrual ou pelo climatério (transição para a menopausa) com pouco ou nenhum sintoma, enquanto outras sentem bastante desconforto.

“Uma das coisas que acho mais legal para se reconectar com os ciclos é fazer anotações do que está sentindo nos períodos mais difíceis para ler quando estiver mais bem-humorada como forma de se preparar para as baixas do futuro”, comenta Daniela Donação Dantas, médica de família e comunidade do Espaço Íris, em SP.

Exercícios e alimentos como aliados 

Na menopausa, a diminuição da produção de estrogênio aumenta a possibilidade de desenvolver algumas doenças cardiovasculares, ósseas e urinárias. Reforçar a musculatura e estimular a circulação sanguínea com exercícios físicos é uma forma de diminuir a probabilidade dessas complicações. 

“Os efeitos do exercício previnem o aparecimento de osteoporose, cânceres, mal de Alzheimer, melhoram o sistema imunológico e ajudam no controle de peso. A liberação de endorfina e serotonina proporcionada pelas atividades físicas ameniza as alterações de humor e os distúrbios do sono”, comenta a educadora física e professora da BT Stephanie Heidorn.

A alimentação também é uma aliada para evitar momentos de crise tanto na menopausa quanto na TPM. “Comer comida de verdade, ter cuidado com o excesso de açúcar, álcool e farinhas de toda espécie melhora a situação do ciclo, no sentido de diminuir sintomas”, explica a médica de família.

Momentos de prazer são essenciais para o equilíbrio

As sensações físicas e emocionais provocadas pelas variações hormonais são potencializadas pelo estresse. Por isso, é fundamental dar espaço para momentos prazerosos no cotidiano. 

“A gente precisa tomar cuidado para não transformar esse estilo de vida saudável em mais uma tarefa na vida das mulheres. Fazer uma lista de coisas que não está tão afim, por obrigação não é a melhor alternativa. Acredito muito na percepção de estilo de vida saudável a partir do prazer”, comenta Daniela.

Encontrar amigos, sair para dançar, brincar com as crianças ou qualquer outra atividade divertida não podem ser constantemente adiadas. “Não é porque você faz exercícios e se alimenta bem que vai abolir toda a sua vida social. É justamente para manter a vida social que você vai incluir todo o resto”, aconselha a professora da BT.

Por |2020-03-13T15:56:26-03:0012/03/2020|