*Por Juliana Saboia para revista “BT Experience” / Fotos J.R. Duran

Seis milhões e novecentos mil seguidores. Eis o número que a atriz Marina Ruy Barbosa possui de seguidores em uma rede social. Isso é mais ou menos como ter a cidade inteira do Rio de Janeiro de fãs, acompanhando cada passo de sua vida em tempo real.

Mas que ninguém se engane. O sucesso não subiu à cabeça da musa da nova geração digital e protagonista de “Totalmente Demais”, a próxima novela Global das sete, substituta de “I Love Paraisópolis”, com estreia prevista para o início de novembro. A ruivinha mais querida do Brasil, de “apenas 20 anos”, como ela própria diz, tem os pés no chão, humildade de sobra e o mais importante: foco.

E não podia ser diferente na sessão de fotos na Bodytech do shopping Eldorado, em São Paulo. Esbanjando bom humor, a nossa cover girl chega pontualmente às 9 da manhã, acompanhada da mãe, Gioconda, e faz questão de cumprimentar o séquito de profissionais que a espera para o ensaio clicado por J.R. Duran.

Assista abaixo ao making of do ensaio:

Com o celular em punho, claro. “Sou viciada, totalmente dependente. Hoje em dia, tem e-mail, Instagram, Twitter, aplicativo para tudo, né? Acho bacana estar próxima de quem me curte”, diz.

Mesmo ansiosa confessa, a atriz que brilhou como a ninfeta Maria Ísis, de “Império” (2015), não deixa transparecer nenhuma pressa para a equipe. Diz que não vai voltar no mesmo dia para o Rio, onde mora. Sim, ela tem todo o tempo do mundo. E sabe disso.

Totalmente à vontade, participa da escolha de cada look. Não à toa, tudo que usa vira febre. “Sempre gostei de moda. Uso o que tem a ver comigo, com meu estilo”, comenta ela, que não se considera uma expert no assunto. “Acompanho as tendências, claro. Trata-se de um interesse natural. Vejo o que está na moda, mas não visto tudo. Não sou fashion victim.”

Marina Ruy Barbosa 1

LUZ, CÂMERA, AÇÃO
Entre um flash e outro, Marina dá vários autógrafos, atende aos pedidos de selfies dos fãs como uma verdadeira estrela que é. Seu corpo é esculpido na academia. Não, ela não tem celulite, não tem estrias, nem gordurinhas fora do lugar. Nem se a gente procurar com lupa. E olha que a moça confessa ter uma queda irresistível por doces. “Não me privo de nada. Adoro brigadeiro, tortas… Se tiver vontade, como mesmo. Estou querendo cortar o refrigerante, mas ainda não consegui”, afirma. Além da ajuda da genética, a alimentação balanceada no dia a dia e algumas horas de exercícios semanais explicam tamanha perfeição. Algum segredinho? “Tomo suco verde de manhã e adoro chá de hibisco”, revela, entre risos, com o típico sotaque de menina carioca. E emenda: “O bom é que, quando começo a malhar direitinho, me animo! Uno as duas coisas e digo: ‘Vou começar a comer direito’. Parece que uma coisa leva à outra, sabe?”.

Marina Ruy Barbosa 2

Marina fez natação dos 4 aos 10 anos de idade. Depois deu uma parada, mas sempre que pode retoma a atividade. A silhueta sequinha e cheia de curvas fica por conta dos exercícios “animados”, segundo ela. A saber: muay thai e kickboxing. “Também faço aulas de ginástica localizada, com a mulherada toda junta, muita música alta, energia e gás. Durante os treinos, dou uma atenção especial à barriga e ao bumbum. Tento me mexer todos os dias, mas com a correria nem sempre dá. Ainda mais agora que estou gravando direto… É impossível!”.

PRINCESA ÀS AVESSAS
A rotina intensa de trabalho é por conta de sua nova personagem, Eliza, protagonista na nova trama escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm. “Ela é uma menina do interior que sofre assédio do padrasto e foge para o Rio de Janeiro. Lá, conhece o personagem do Felipe Simas e começa a morar nas ruas porque não tem dinheiro. Então, começa a vender flores até aparecer o personagem do Fábio Assunção – um príncipe na cabeça dela. A novela é um conto de fadas contemporâneo. Tem algo de superação, de sonho, de magia. No entanto, a minha personagem é uma princesa às avessas”, adianta.

Nas primeiras cenas do folhetim, que vai abordar os bastidores do universo fashion, a personagem de Marina (que depois se torna modelo) vai aparecer maltrapilha, com roupas simples e chinelo de dedo. Até o cabelo, um dos mais copiados da tevê, é milimetricamente produzido para parecer seco e espigado. “A produção usa difusor e água com sal para conseguir esse efeito”, entrega a atriz — que já viu suas madeixas serem alvo de debate na novela “Amor à Vida” (2014), quando supostamente teria que raspar a cabeça (e se negou a fazê-lo) para dar veracidade à personagem Nicole, vítima de câncer.

Polêmicas à parte, o fato é que Eliza, no início da trama, é totalmente diferente da Marina da vida real, que desfila sempre impecável e do alto de um bom salto, em qualquer lugar.

Marina Ruy Barbosa 3

Além do perfil da atriz, a nova edição da revista, cujo tema é Conectividade, traz ainda uma matéria completa sobre o BTFIT, nova marca 100% digital da Bodytech Company, uma reportagem sobre as ultramaratonas e receitas do chef Carlos Bertolazzi. 

Cliente Bodytech recebe em casa a “BT Experience”, que também pode ser lida em sua versão para o iPad, baixada de graça aqui.