Exercício parado? Descubra os benefícios da isometria

//Exercício parado? Descubra os benefícios da isometria

Exercício parado? Descubra os benefícios da isometria

Ficar parado também é uma ótima forma de perder peso e ganhar massa magra, mas não pense que isso acontece estando relaxado no sofá. O caso aqui é deixar o corpo em uma posição estática para que vários músculos sejam trabalhados com resistência e aumento de tensão, ou seja, chegou a hora de praticar alguns exercícios isométricos. 

Nem sempre é preciso ver o corpo se movimentar para ter resultados positivos. As atividades que envolvem isometria – contração muscular e equilíbrio – são usadas para favorecer o condicionamento físico, reabilitação corporal e fortalecimento dos músculos.  

Quase uma prova de resistência

Provavelmente, você já deve ter visto alguém fazer esse movimento da imagem acima, mas tentou fazer alguma vez? Se sim, percebeu que não é uma posição muito confortável de ficar por bastante tempo. Isso acontece pois o corpo precisa estar reto, contraído e com a mente concentrada no exercício. Talvez sinta os músculos tremendo um pouco, mas isso é normal devido à tendência que temos de nos mantermos em repouso. 

Exercícios isométricos são verdadeiros testes de resistência e podem ter sua eficiência elevada se tiver ação muscular máxima envolvida, isto é, se você usar pesos para aumentar a carga corporal. Esse tipo de treinamento em alta intensidade contribui para a evolução em atividades como a musculação, por exemplo, pois ele aprimora o funcionamento das articulações para os movimentos de impacto em treinos e no dia a dia também. 

Pesquisas comprovam que os benefícios deste tipo de estímulo ainda são menores quando comparados às ações dinâmicas. No treinamento que visa o aumento da força dinâmica, os exercícios devem ser enfatizados dentro desse estilo de treino: estímulos com contrações dinâmicas, concêntricas e excêntricas. 

As articulações agradecem pelo seu empenho na isometria 

Pessoas com artrite, artrose ou alguma limitação para se movimentar podem tirar proveito desses exercícios estáticos pelo fato de não haver atrito excessivo nas articulações e por conferirem estabilidade. A isometria, sendo praticada com regularidade, ajuda a reduzir dores e incômodos causados pelas inflamações nas juntas. 

Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech, explica que as contrações musculares isométricas podem ser usadas a qualquer momento durante um processo de reabilitação, mas há casos em que elas são colocadas como atividade preferencial.

“Algumas dessas situações são: pós-cirúrgico, em caso do músculo não possuir força suficiente para mover a articulação, para os portadores de artrite/artrose  e se outras formas de exercício forem impossíveis ou danosas para a saúde. Além dessas situações, os exercícios isométricos podem também ser úteis no trabalho de estabilização – mantendo a posição da região lesionada -, já que os músculos geralmente se contraem isometricamente para ajudar na estabilização”, comenta.

Mas, como qualquer em exercício físico, vá com cautela e respeite suas limitações. Atividades isométricas podem elevar a pressão arterial durante a execução, por isso é preciso estar atento aos batimentos cardíacos acelerados, que podem ser perigosos para pessoas hipertensas ou com outra doença cardiovascular. Respiração normalizada e concentração são fundamentais nesse momento.

Leia também:

6 perguntas sobre dor lombar

5 mitos sobre musculação

Exercícios para melhorar o equilíbrio

“O ideal é que você obtenha o consentimento médico antes de iniciar exercícios isométricos se você tiver sido diagnosticado como portador de problemas cardíacos. Evite prender a respiração e realizar esforço durante qualquer exercício de treinamento com resistência, também conhecido como manobra de Valsalva, pois isso pode causar um aumento perigoso da pressão arterial”, aconselha Dudu.

Separamos três exemplos de exercícios isométricos para você começar a praticar, mas não se esqueça de ouvir a orientação de um profissional!

Prancha frontal com os braços esticados
Prancha lateral
Prancha frontal com os cotovelos apoiados


Por |2019-08-13T11:25:55-03:0012/08/2019|