Seis anos atrás, a cliente da Bodytech Eldorado Ana Paula Pereira, de 28 anos, sofreu um acidente de carro quando voltava de Maresias, no Litoral Norte de São Paulo, com mais três amigas. Única sobrevivente, ficou um mês internada e precisou colocar um pino no joelho esquerdo, um no tornozelo esquerdo, um na coluna, além de ter fraturado as costelas que perfuraram seu pulmão.

Fã do atleta Roman Romancini e palmeirense “doente”, Ana Paula, que treina na Bodytech Eldorado (SP), hoje sonha em correr a maratona do Rio. Ela conta mais abaixo:

“Quando tinha 22 anos, fui passar o feriado de 12 de outubro em Maresias, no Litoral Norte, em São Paulo, com três amigas. Na volta, sofremos um acidente de carro.

Não sei se você conhece a estrada de Maresias, mas é uma serra de mão dupla, com uma pista para cada sentido cheia de curvas. Em uma delas, o carro em que eu e minhas amigas estávamos acabou batendo de frente com um caminhão que tentava uma ultrapassagem (sim, uma ultrapassagem em uma curva em uma serra). Eu estava sentada no banco do passageiro e fui a única que sobreviveu (tanto minhas amigas quanto o motorista do caminhão faleceram).

Acordei no dia seguinte do acidente já no hospital em São Paulo. Após quase um mês de internação, recebi alta. Em resumo, coloquei um pino no joelho esquerdo, um pino no tornozelo esquerdo, um pino na coluna, fraturei as costelas, que perfuraram meu pulmão, tive pneumonia, tive 35% do meu corpo queimado e levei 57 pontos na cabeça.

Depois de meses de fisioterapia, encontrei no esporte uma maneira de superar meu trauma. É foi através do esporte que não só consegui recuperar a forma e a coordenação motora, mas também encontrei uma maneira de me sentir viva e, de certa forma, de honrar as minhas amigas. Não me dei por vencida, não queria estar ligada a uma muleta (ou, pior, a uma possível cadeira de rodas) para o resto da vida.

Não, senhor, tudo o que fiz e vier a fazer do dia que saí do hospital até meu último dia estarei fazendo por quatro pessoas.

Foi dentro do esporte, e dentro da Bodytech, que conheci a corrida e me apaixonei. No momento, estou treinando para a Maratona de maio de 2016, no Rio de Janeiro. (Para isso), fiz acompanhamento médico e treinamento com personal. Fiz exames de bioimpedância, cardiovascular etc. Os resultados mostraram que precisava ganhar mais massa muscular (estava abaixo do limite inferior). Por isso, comecei a fazer musculação com o personal Murilo Alves, da BT Eldorado. (Vou participar da Maratona porque) gostaria de provar que consigo, que não existem desculpas.”