Quem é mais sociável, quer otimizar seu tempo e gosta de contar com o incentivo frequente do professor vai adorar as aulas de localizada. “São aulas mais dinâmicas que trabalham todos os grupos musculares específicos dentro de um cronograma de treinamento. A especificidade dos grupamentos a serem trabalhados no dia é essencial para caracterizá-la como localizada”, diz Aline Gondin, professora da Bodytech Rio Sul.

Aline considera a atividade como precursora do treinamento funcional, pois realmente agrega benefícios às atividades diárias. Com o tempo a localizada se reinventou e pode ser considerada uma ferramenta de transformação corporal, mental e comportamental.

Benefícios da localizada

Durante a prática a respiração e o trabalho cardiovascular são muito exigidos, pois o aluno realiza os movimentos de acordo com a batida da música, o que é um fator estimulante.

A modalidade proporciona inúmeros benefícios como: maior equilíbrio e agilidade, bem-estar físico e emocional, aumenta o condicionamento físico, proporciona a redução mais eficiente de gordura, consequentemente, aumentando a massa magra, melhora a disposição no dia a dia e atua como prevenção de doenças cardiovasculares, respiratórias, diabetes e obesidade.

Atraída por todos os benefícios da localizada, Georgia Cabeços, 52 anos, faz as aulas há mais de 15 anos na Bodytech. A busca por mais saúde e bem-estar, um shape mais definido e ganho de mobilidade e força muscular foram alguns dos motivos para aderir a atividade. “Me sinto mais disposta, tenho mais qualidade de sono, mais força e posso usar o biquíni sem preocupação”, explica Georgia Cabeços.

 “A aula da professora Aline é um divisor de águas na minha vida. Depois que passei a fazer com constância e dedicação, meu corpo mudou totalmente para melhor. Isso se deve ao fato de que ela nos dá aulas com estímulos diversos, para que possamos buscar nossa melhor versão. A mescla de treinos de força com metabólicos e exercícios desafiadores nos faz sempre querer mais. Sinto muita gratidão por poder ser aluna de uma profissional tão dedicada, amiga e competente”, conta Georgia Cabeços.

Após o nascimento de sua filha, Marcia Bento, 65 anos, começou a praticar atividade física para ficar em forma e ter mais disposição. A paixão pela localizada surgiu há 40 anos, quando começou a fazer as aulas.

Atividades que “casam” bem com a local

“São várias as atividades que podem ser realizadas junto com a localizada na rotina semanal de treinos, depende muito do objetivo de cada um”, pontua a professora. Atividades como yoga e alongamento trazem mais qualidade de vida e saúde mental, já todas as aulas cardio vem com o objetivo de resistência e melhora do sistema respiratório e a musculação gera perda de peso e ganho de massa muscular. 

Importante ressaltar que ganho de massa magra haverá em qualquer atividade, a única diferença será na quantidade de massa. Para aqueles que buscam tônus muscular, um treinamento físico mais global ou até mesmo reduzir a porcentagem de gordura, a localizada é uma ótima opção.

“Adoro combinar a local com outros tipos de treino, como musculação, indoor cycle e escada. São as atividades que mais me dão prazer”, pontua Georgia. 

Marcia, cliente da Bodytech Rio Sul, diz que além das aulas de localizada, faz mat pilates, alongamento, indoor cycle e um pouco de musculação. Já praticou corrida de rua participando de maratonas e meias maratonas, corridas de 10 km e até a icônica corrida Comrades na África do Sul de 89 km.

“Acho que a atividade física é essencial para o corpo e para a mente. Não é à toa que uma das formas de combater a depressão, desânimo, pensamentos negativos é realizar atividades físicas. É importante praticar algum tipo de esporte, e, se não gostar de um, procurar outra modalidade. Ginástica, corrida, natação, vôlei, bicicleta…”, explica a cliente Marcia. 

“Enfim, se tratando de treinamento, há como transformar um cronograma semanal em um “parque de diversões” e com excelentes resultados”, finaliza Aline Gondin.