Manter a motivação para treinar pode ser um desafio, mas com as estratégias certas, é possível transformar a prática de exercícios em um hábito prazeroso e constante. Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech Company, compartilha algumas dicas valiosas para ajudar você a manter a motivação ao longo do tempo e evitar a monotonia nos treinos.

Encontre uma razão para se exercitar

O primeiro passo é encontrar uma razão profunda e pessoal para se exercitar. Isso pode envolver um trabalho de convencimento psicológico, onde as vantagens de mudar os hábitos são tão absorvidas que se tornam uma necessidade. Pergunte-se: por que você quer ficar mais ativo? É para emagrecer, controlar o peso, se sentir melhor, ou por recomendação médica devido a problemas de saúde específicos como hipertensão, colesterol elevado, diabetes ou depressão? Identificar uma motivação interna, como a sensação de bem-estar após uma aula de Yoga ou o alívio do estresse após uma corrida, é fundamental. Essas recompensas pessoais são importantes para manter a motivação.

Estabeleça metas realistas e alcançáveis

Definir metas claras, realistas e alcançáveis é essencial para manter a motivação e o compromisso com o treinamento físico. Essas metas ajudam a orientar o seu progresso, celebrar conquistas menores e promover consistência e disciplina. Antes de começar, é prudente passar por uma avaliação médica e funcional para identificar qualquer restrição. Na academia, uma coleta de dados pode ajudar a entender seus objetivos, preferências e limitações, permitindo a prescrição de um treino adequado. Metas de curto e longo prazo, estabelecidas com base em uma avaliação detalhada, facilitam um progresso sustentável e gratificante.

Crie uma rotina de treino

A criação de uma rotina de treino contribui significativamente para a consistência e motivação a longo prazo. Comece ajustando sua agenda para incluir sessões de exercícios curtos e de menor intensidade, especialmente se você é sedentário. Marque o horário do treino como um compromisso de trabalho e crie o hábito de se exercitar no mesmo horário todos os dias. Nas primeiras semanas, siga sua rotina certinha para que o novo hábito se estabeleça. Dormir mais cedo, melhorar a alimentação e aproveitar a noite de sono também ajudam a se adaptar à nova rotina de exercícios. Com uma rotina estruturada, você estará mais preparado para manter a consistência e alcançar seus objetivos de condicionamento físico e saúde.

Envolva-se em atividades coletivas

Participar de treinos com um amigo ou em grupo cria uma rede de suporte social, onde os participantes podem motivar uns aos outros e compartilhar suas jornadas de fitness. Ter um parceiro de treino ou participar de aulas regulares aumenta a responsabilidade, tornando menos provável a desistência. Além disso, aulas coletivas e treinamento supervisionado por um personal trainer favorecem o estabelecimento de uma rotina e desenvolvem disciplina e comprometimento.

Superando desafios e obstáculos

Para superar os desafios e obstáculos comuns que podem surgir e afetar a motivação, Eduardo Netto recomenda algumas estratégias:

  • Escolha uma modalidade que goste: experimente diferentes atividades até encontrar uma que você realmente goste. Isso facilitará manter a continuidade no exercício.
  • Gerenciamento do tempo: planeje o treino no seu calendário e, se necessário, opte por treinos curtos e intensos.
  • Rotina de treino: estabeleça horários fixos para treinar e prepare seu equipamento com antecedência.
  • Metas realistas: divida grandes objetivos em etapas menores e comemore pequenas conquistas.
  • Variedade: mude a rotina e treine com amigos para manter o interesse.

Seguindo essas estratégias, você estará melhor preparado para manter a motivação e a consistência nos treinos, facilitando a conquista de seus objetivos de saúde e condicionamento físico a longo prazo.