O hábito de fumar vai além das consequências já conhecidas para a saúde. O blog da BT conversou com o Dr. Roberto Ranzini, médico formado pela Universidade de São Paulo (USP), para entender como o tabagismo impacta não apenas a saúde em geral, mas também na performance durante os treinos. Descubra os riscos e as abordagens específicas para ajudar os fumantes a abandonar o cigarro.

O impacto direto do tabagismo

Roberto explica que fumar afeta todas as funções do corpo, incluindo a resistência física. A redução na quantidade de oxigênio no coração, pulmões e músculos resulta em um condicionamento físico comprometido. Além disso, o tabagismo contribui para a inflamação de ossos e articulações, aumentando o risco de condições como a osteoporose. Os efeitos imediatos e duradouros incluem menos resistência, pior desempenho físico e maiores taxas de lesões e complicações.

Caminhos para deixar o cigarro de lado

A regularidade nos exercícios, sejam cardiovasculares ou de resistência, é fundamental para ajudar os fumantes a largarem o cigarro. Essa prática reduz os sintomas de abstinência e controla o ganho de peso, facilitando a transição para uma vida livre do tabaco. Dr. Ranzini destaca a importância de programas de treinamento personalizados e acompanhamento profissional nesse processo.

Riscos ao combinar tabagismo com treinos de alta intensidade

Os riscos para a saúde dos atletas fumantes são inúmeros, incluindo aterosclerose, baixa oxigenação no sangue, doença coronariana, tromboses, AVC, tromboangeíte obliterante, doença arterial periférica e hiperlipidemia. As complicações diretas e indiretas dessas alterações ressaltam a gravidade de unir o hábito de fumar com treinos de alta intensidade.

Educação e conscientização para incentivar a mudança

Abandonar o vício do fumo requer esforço redobrado, mesmo para os praticantes de atividades físicas. A educação sobre os danos globais ao organismo, expressão das reais preocupações, incentivo, compreensão do vício e aceitação de possíveis deslizes são cruciais. Dr. Ranzini enfatiza a importância de buscar ajuda de profissionais, médicos e psicólogos nesse processo de abandonar o cigarro.

O tabagismo não apenas compromete a saúde, mas também mina a performance durante os treinos. Conscientizar-se dos riscos, adotar estratégias específicas e buscar apoio profissional são passos fundamentais para quem busca abandonar esse hábito prejudicial e conquistar uma vida ativa e saudável.