Aproveite todo o potencial dos alimentos

//Aproveite todo o potencial dos alimentos

Aproveite todo o potencial dos alimentos

Comer a casca do maracujá recheada com carne moída ou fazer das sementes de abóbora torradas um snack entre uma refeição e outra pode parecer estranho para maioria das pessoas, mas o hábito de aproveitar até o que parece descartável dos alimentos é superpositivo para a saúde, o meio ambiente e o bolso. O primeiro passo é enxergar os alimentos com outros olhos e entender que várias partes de frutas, verduras e legumes, que geralmente jogamos no lixo, são fontes importantes de nutrientes e podem ser alternativas gostosas para dieta do dia a dia. 

De acordo com a nutricionista esportiva Carla Maione, os benefícios desse aproveitamento são vários, pois o processo começa desde a colheita das frutas e legumes, passando pela compra, preparo até chegar à mesa. O descarte desnecessário de alimentos gera um grande impacto socioambiental, já que, de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), cerca de um terço desses mantimentos não chega à mesa da população e isso equivale a 1,3 bilhão de toneladas de resíduos de comida em lixões ao redor do mundo. 

Todo mundo come cascas e aparas de vegetais numa boa?

Mesmo com números alarmantes e havendo a necessidade de equilibrar a balança “desperdício x fome”, ainda há muito preconceito quando o assunto é aproveitar o alimento como um todo. Carla Maione afirma que a maioria das pessoas acha que cascas e sementes não servem para nada e isso impulsiona uma produção de lixo desenfreada. 

“Às vezes, na hora de descascar uma cebola, por exemplo, em vez de tirar aquelas tampas superiores e uma pequena camada de casca, as pessoas fazem um descarte de uma parte maior sem necessidade. Podemos aproveitar as cascas para fins medicinais, sementes para fitoterapia e adubo. Cascas, talos e sementes são ricos em nutrientes e, em grande parte, são desperdiçados pela falta de conhecimento. Alguns alimentos possuem mais fibras nas cascas e nas folhas do que na polpa em si, por exemplo”.

Antes de comer, higienize muito bem os alimentos

É muito importante saber a procedência de tudo que ingerimos no dia a dia, mas, como nem sempre isso é possível, lavar muito bem os vegetais antes de cozinhá-los vira uma regra. Carla explica que os alimentos orgânicos são os mais indicados para qualquer planejamento alimentar, por serem cultivados sem o uso de agrotóxicos e pesticidas nocivos à saúde. Esse tipo de produção tem um custo mais alto e dificulta a presença dos orgânicos no prato dos brasileiros, mas a nutricionista diz que é possível consumir todo o alimento desde que haja um cuidado na escolha do produto. 

“Podemos aprender a identificar a cor do cabinho da fruta, por exemplo. Se o pedúnculo estiver com uma substância clara, como se fosse um pó branco, busque outra opção, pois há um excesso de produtos químicos na região. Devemos desconfiar do belo também! O agrotóxico é um veneno que protege contra o ataque de pragas, portanto, um alimento intacto, sem manchas ou buracos está cheio de agrotóxicos”, aponta.

Carla também deixa claro que na higienização, além de lavar o vegetal em água corrente, é preciso colocá-lo de molho em uma mistura de um litro de água com uma colher de sobremesa de cloro ou água sanitária. O recomendado é fazer esse procedimento dois dias antes de ingerir o alimento, pois é o tempo para assegurar que o consumo esteja livre de aditivos químicos recém-aplicados.

Está na hora de colocar tudo isso na prática: vamos às receitas!

Molho de casca de berinjela para macarrão 

Ingredientes:

• 2 dentes de alho picados

• 3 colheres (sopa) de óleo

• 2 copos (americanos) de casca de 3 berinjelas cortadas em tiras de mais ou menos 1cm de largura

• 4 tomates cozidos sem casca e peneirados ou 6 colheres (sopa) de polpa de tomate

• 1 1/2 copo (americano) de água

• Sal e pimenta a gosto

• 1 colher (chá) de orégano

Modo de preparo: 

Doure o alho no óleo. Junte as cascas de berinjela e refogue por cinco minutos. Acrescente a água, sal, pimenta, orégano e os tomates. Cozinhe por cerca de cinco minutos até engrossar ligeiramente. 

Rendimento: meio pacote de macarrão

Pão de casca de banana 

Ingredientes:

• 6 bananas com casca

• 1 xícara de água

• 1 xícara de leite sem lactose 

• 1/2 kg de farinha de trigo integral

• 30g de fermento fresco

• 1/2 xícara de óleo de coco

• 1 ovo

• 1/2 pitada de sal

Modo de preparo: 

Bata as cascas de bananas e a água no liquidificador. Junte o óleo, ovos e fermento e bata mais um pouco. Acrescente a farinha integral, o sal e o açúcar de coco e misture. Por último, coloque na massa bananas cortadas em rodelas. Coloque a massa em uma forma untada com manteiga e farinha de trigo integral. Deixe crescer até dobrar de volume e leve para assar em forno pré-aquecido a 180º.

Por |2020-01-06T11:53:57-02:0006/01/2020|