5 praias paradisíacas que você ainda não conhece no Rio

//5 praias paradisíacas que você ainda não conhece no Rio

5 praias paradisíacas que você ainda não conhece no Rio

*Por Ana Tapajós

Quem ama o Rio de Janeiro com certeza gosta muito de suas praias, mas quando pensamos em praias por aqui, nos vem à cabeça Copacabana, Ipanema, Leblon… que são praias urbanas. Quem conhece um pouco mais até pensa em Joatinga, Reserva ou Prainha. Mas quantos já visitaram o Rio e nunca se aventuraram em conhecer as Praias Selvagens? Você sabia que existem cinco lindas praias paradisíacas, e pouco exploradas, no Rio de janeiro? As praias do Perigoso, do Meio, Funda, Inferno e dos Búzios estão localizadas no lado Oeste do Rio, entre Grumari e Barra de Guaratiba. Você pode acessá-las de barco ou por trilha.

Elas são de fácil acesso e a sensação é que você está em um lugar no meio do nada, mas na realidade está superperto da cidade.

As minhas preferidas são a do Meio e a do Perigoso. Gosto especialmente da praia do Perigoso porque nela existe a Pedra da Tartaruga, de onde dá para ter uma vista privilegiada de todas as praias selvagens, além de ser possível fazer rapel.

Como chegar

Siga pela Av. Das Americas e depois pela estrada Roberto Burle Marx até a Barra de Guaratiba. Vá até o final de Guaratiba e desça (ou estacione) em frente à Praia do Canto. Você vai ver uma escada, suba ela até o final, ande uns 5 metros e vire a direita onde começa a trilha em estrada de terra. A trilha é quase toda sem subidas e bem bonita. É possível ver a Pedra da Tartaruga em um ponto dela e observar claramente o porquê dela se chamar assim!

Siga a trilha até ver uma bifurcação. Para direita, se encontra as praias do Perigoso e dos Búzios, para esquerda, as praias do Meio, Funda e Inferno. As trilhas levam em média 40 a 50 min. É possível conhecer a Praia do Perigoso, ir na Pedra da Tartaruga e depois voltar um pouquinho até a bifurcação e conhecer a Praia do Meio no mesmo dia.

Consegue-se também acessar as praias indo pelo caminho da Pedra do Telégrafo, por esse caminho a trilha é mais íngreme. Algumas pessoas vão no telégrafo e depois pegam a trilha para as praias. Não é uma boa ideia ir durante o final de semana que fica lotado, chegando até a formar fila para tirar foto no telégrafo.

Muitas pessoas acampam nas praias, o que eu particularmente acho ruim, já que a maioria, infelizmente, não cuida do seu lixo. Aconselho ir em um grupo de amigos pois por ser bem afastado pode ser perigoso. Eu já fui várias vezes e nunca me aconteceu nada de ruim, mas existem algumas histórias de assaltos por lá, sempre bom ficar ligado. Leve bastante água e coisas para comer, pois as praias são realmente selvagens e não existe comércio.

Tenho certeza que quem gosta de praias rodeadas por natureza, água limpa e beleza natural vai amar! Leve um bom livro, uma bola e passe o dia em uma praia calma e vazia.

Uma dica legal é na volta conhecer o hostel Banana Leaf que fica em Guaratiba. É uma casa linda com uma vista incrível. Eles servem almoço e tem uma piscina ótima e as vezes rola uns shows de jazz. Ótima pedida para relaxar pós- trilha e admirar um pôr do sol incrível.

Por |2018-09-05T10:00:00+00:0005/09/2018|

Sobre o Autor: