Todo mundo sabe que exercício faz bem para o corpo e para mente, que evita doenças, melhora a autoestima, aumenta a disposição, deixa o corpo mais bonito e saudável. Mas por que tanta gente tem dificuldade de entrar na famosa rotina? Fazemos matrícula, nos empolgamos, mas aí a reunião vai até tarde, os amigos marcam o chopp e o cansaço é mais forte que tudo. Quando a gente vê, tem mais falta que presença e não lembra nem do caminho até a academia.

Dudu Netto,  diretor técnico da Bodytech Company,  montou um argumento para cada desculpa que adoramos usar para não fazer atividade física. Imprime, copia no celular, cola na parede… O importante é recorrer a eles sempre que a preguiça for mais forte que sua vontade de se cuidar!

“Não tenho tempo para isso.”

Crie o tempo. Você precisa definir suas prioridades e viver de acordo com elas. Marque o horário do treino na sua agenda como se fosse um compromisso de trabalho.

“Eu começo animado, mas desisto no meio do caminho. Dessa vez vai ser assim também”

Repita, repita e repita o novo comportamento. Treine sempre no mesmo horário do dia e evite mudanças constantes. Depois de o hábito estar estabelecido, você pode ter um pouco mais de flexibilidade na sua agenda. Mas nos três primeiros meses, seja rígido, caso contrário aumenta-se muito o risco de você abandonar a rotina.

“Estou sempre cansado”

Durma mais cedo e aproveite mais sua noite de sono. Consequentemente conseguirá acordar mais cedo, se alimentar melhor e começar aos poucos a acrescentar qualidade à sua vida. Os benefícios são ótimos, tudo vai melhorar no seu trabalho e no seu dia a dia. Faça o teste!

“Meu objetivo é barriga tanquinho, mas ela nunca aparece.”

Sempre que você atingir uma meta, seja ela qual for, estabeleça uma recompensa, mantendo assim a motivação. Comece com metas mais fáceis e vá aumentando gradativamente seus objetivos.  Muito importante que você divida com seus  amigos e familiares esse processo.  Dessa forma fica mais fácil ter suporte e conseguir apoio, evitando possíveis relapsos.

 “Eu não consigo manter a linha por muito tempo”

Prepara-se para possíveis deslizes. Mancadas não são motivos para desistir completamente. Tenha sempre que possível um suporte para quando você falhar, sempre acontece algo inesperado que altera nosso plano e nos desvia um pouco de onde queremos chegar. Ter consciência disso lhe permitirá aceitar esses transtornos   como parte do caminho e deixar a vida fluir na direção certa.